2014 já era

Resumir esse ano em apenas uma palavra: “tenço”. Foram os 365 dias mais longos do último ano, se é que me entendem. Vi que ele foi o ano do Cavalo, segundo o calendário chinês, isso explica tantos coices da vida. Demorou tanto que fatos que aconteceram no primeiro semestre eu tive até dificuldade de lembrar que ainda era “2014”. No entanto, várias coisas legais também aconteceram e o primeiro post de 2015 os listei, a retrospectiva boa do que passou.

Vamos lá, o que guardarei no caderninho das boas memórias:

  1. Em 2014 fiz duas viagens muito legais e acompanhadas de pessoas que amo. Comecei por Lisboa, depois Sintra, Coimbra, Porto, Barcelona, Madri, Lima, Águas Calientes e Cusco. Ah, e Foz do Iguaçu também minha gente… rsrs. Dessa ida ao Peru eu tenho uma lista de gafes extensa, ótima pra relembrar e rir horrores. (Posso colocar aqui as 28x que fui pra Santos e as 26.649x para Mairiporã?)
  2. Descobri que organizar roteiros de viagens me dá preguiça. E já fui mais dedicada e organizada com as planilhas. Amo planilhas ❤.
  3. Pessoas do bem também chegaram em 2014. Também algumas outras que eu já conhecia, senti como são indispensáveis. Fiquei mais próxima. (Tenho um post sobre o amor ainda em construção)
  4. Sofri menos também em deixar ir quem tinha que ir. E (in)FELIZMENTE a vida ficou mto melhor.
  5. Hahahaha. Inventei de ir a cartomantes. Antes que a curiosidade matasse o gato, eu fui. Uma das videntes dizia nomes. Não sabemos ainda se o que ela acertou foi um puro golpe de sorte. Mas a ida sempre é válida pra escutar coisas boas. Nenhuma das duas que me atrevi ir disseram nada além de “sua vida é ótima, suas cartas astrológicas só mostram um futuro brilhante e vitorioso”. Menos mal. (Embora a Cigana Marlene citou pessoas que logo pensei “pãããtz, tu está na lama, coitado!”)
  6. Me diverti horrores com o Snapchat . (Obrigada Giovana!!! Além de segurar os forninhos, sempre ligadinha nas novidades tecnológicas)
  7. Chorei de rir com os memes da Copa do mundo.
  8. Peguei mais leve no trabalho. Trabalhei  horrores. (Como diz a Condessa Viúva de Downtown Abbey: o que é fds? FUENNN!)
  9. Abri mão do carro durante a semana e passei a usar o transporte público. (Tenho pontos  a resolver com o sr. Governador Geraldo Alckimin. Muito  grata, Mido.)
  10. Relembrei o quanto gosto dos meus cabelos loiros. E relembrei o quanto cabelos loiros dão trabalho e por isso tinha voltado a cor natural antes.😦
  11. Esse ano participei da minha primeira corrida. Uma 5k. Gostei. E gostei mais ainda de começar a correr no parque. Uma desculpa a mais pra ter amigos por perto.
  12. Descobri que sem mamãe por perto, a casa não se arruma sozinha, as louças continuam sujas e as roupas pra lavar se amontoam. Como diz ela. “-Agora eu sou visita aqui.” FUENNN de novo.
  13. Também vi que quando você dá piti, você perde a razão, mesmo quando tem razão. E passa a ser a vaca louca, escandalosa e incoerente.
  14. O saldo de leituras do ano foi: 6 livros. Se não fosse o “Desafio Literário do Tigre” certamente seriam menos livros ainda. Mas melhoraremos para esse ano.
  15. Inclui itens na minha lista de sobrevivência, caso um dia eu vá morar em uma ilha deserta: Netflix, Kindle, Spotify, Whatsapp (as vezes ele é mais legal que as pessoas pessoalmente…too sad!) e Aussie 3 Minutes Miracle.
  16. E por fim, no México, as paletas mexicanas são apenas paletas. Pense nisso e arrase em 2015!!!🙂

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s